MRV.gif

Vettel deve seguir ordens de equipe apesar de saída da Ferrari no final da temporada

3 Jul 2020

Carro de Fórmula 1 da Ferrari (Foto: Divulgação motorsport Images)

 

 

 

Segundo o tetracampeão, sua abordagem não mudará apesar da saída da equipe no final do ano.

 

A saída de Sebastian Vettel na Ferrari no final do ano, dando lugar para Carlos Sainz, deixou uma dúvida no ar: o tetracampeão continuaria seguindo ordens de equipe mesmo com sua saída confirmada ou vai agir como quiser? Na coletiva com os pilotos da Fórmula 1 na última quinta-feira (02), o alemão confirmou que sua abordagem continuará a mesma em 2020.

 

Ontem, Vettel revelou também que a Ferrari não chegou a oferecer a ele uma renovação de contrato para 2021 e que ficou surpreso ao receber uma ligação informando sua saída da equipe.

 

 

A tensão entre Vettel e Leclerc cresceu ao longo de 2019, principalmente nos momentos que a Ferrari tentou aplicar ordens de equipe. O ápice da tensão foi o choque entre ambos no GP do Brasil, que tirou os dois da prova.

 

Na coletiva, Vettel disse que, apesar de sua saída da Ferrari, ele não mudaria sua abordagem com relação às ordens de equipe caso a situação apareça.

 

"Acho que esse ano é muito difícil de responder, porque não sabemos exatamente que temporada teremos pela frente. Não sabemos o quão competitivo seremos", disse. "Mas certamente, se a situação aparecer, e fizer sentido, acho que é normal esperar que os pilotos se ajudem".

 

"Não acho que nada muda com o fim do meu contrato e a saída da equipe. Mas, como eu disse à época, você está obviamente correndo sozinho. Não vou fazer a vida de Charles algo tranquila, simplesmente deixando ele passar. Nós já vínhamos lutando, e vamos continuar assim".

 

Leclerc concordou que não haveria mudanças no modo que a equipe lida com as ordens de equipe, enfatizando o trabalho como equipe.

 

"Não acho que isso vai mudar em comparação às outras temporadas", disse Leclerc. "No ano passado, estávamos lutando e, em alguns momentos, tínhamos que jogar como equipe, o que é sempre muito importante".

 

"É também muito benéfico para nós trabalharmos como equipe. Haverão situações que eu acho que teremos que trabalhar assim".

 

Leclerc acrescentou que, apesar de momentos tensos na pista com Vettel em 2019, ele sempre sentiu que havia um grande respeito entre eles.

 

"Eu aprendi muito tendo o Seb como companheiro, e continuarei aprendendo até o fim da temporada. Não apenas como piloto, mas também como pessoa. Gosto muito dele. Tivemos nossas lutas na pista e algumas vezes não terminou bem, mas sempre tivemos respeito um com o outro fora da pista".

 

Fonte: https://motorsport.uol.com.br/

Please reload

BANNER20.png
Últimas Notícias
Please reload

Principais Assuntos
Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Black Facebook Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon