MRV.gif

De virada, Brasil vence Turquia na estreia da segunda etapa da Liga das Nações

Por Wilson Barbosa 16/06/2022 - Quinta-feira - Junho


Brasil 3 x 1 Turquia

(Fotos: Créditos Wander Roberto/Inovafoto/CBV)



De virada, com emoção e o brilho da nova capitã. A seleção brasileira feminina abriu com vitória a segunda etapa da Liga das Nações. Para festa da torcida no ginásio Nilson Nelson, em Brasília, o time superou a Turquia por 3 sets a 1 (19/25, 25/23, 25/23 e 25/23), no ginásio Nilson Nelson, em Brasília (DF), na noite desta última quarta-feira (15.06). Gabi, nova capitã da seleção, foi a maior pontuadora do Brasil, com 20 pontos (16 de ataque, 2 bloqueios e 2 de saque). Show de eficiência também no bloqueio: foram 17 pontos no fundamento. As brasileiras voltam à quadra nesta quinta-feira (16.06), às 21h, contra a Holanda. O sportv 2 transmite ao vivo e os ingressos estão disponíveis no site: https://www.eventim.com.br/artist/vnl/ .


Gabi, ponteira e capitã da seleção feminina, maior pontuadora do Brasil, com 20 pontos (16 de ataque, dois bloqueios e dois de saque): “O time da Turquia vem em um momento de crescimento, e por isso já tínhamos a expectativa de uma partida muito difícil, e não foi diferente. Elas começaram muito agressivas, pressionando no saque. No primeiro set eu demorei a me encontrar no jogo, a marcação delas estava muito forte. Mas a partir do segundo set nosso passe ficou mais consistente, nosso saque mais agressivo. A torcida em Brasília também nos deu todo o suporte, apoiando o tempo todo. Acreditamos o tempo todo, não tinha bola perdida. Jogamos com inteligência, e é isso que precisamos, ir trabalhando no dia a dia para melhorar o nosso jogo”.



Kisy, oposta, 18 pontos no jogo (13 de ataque e 5 de bloqueio): “A sequência em Brasília será mais difícil, já sabíamos disso. Nosso time ainda está em construção. Algumas coisas ainda precisam ser ajustadas. Fico feliz por ter ajudado, mas somos uma equipe de 14 jogadoras. Sabíamos a qualidade do time turco, e o que fez diferença a nosso favor foi marcar as principais jogadoras no momento certo”.


Carol, central, 14 pontos no jogo (8 de ataque e 6 de bloqueio): “O nosso bloqueio tem uma composição muito boa com a nossa defesa, e hoje conseguimos ler bem o jogo, apesar das bolas delas serem muito altas e as atacantes, muito fortes. Acreditamos em nossa defesa e no nosso bloqueio e conseguimos a vitória. Todos os jogos aqui serão difíceis e isso faz esta vitória ser tão importante. É bom enfrentar time fortes, isso nos dá mais experiência, deixa nosso time com uma característica mais definida. E ainda teve todo o apoio da torcida!”.


Júlia Bergmann, ponteira, marcou 8 pontos em ataque: “Quem joga ao lado da Gabi vai ser sempre alvo do saque adversário. Eu sabia que elas iriam focar o saque em cima de mim desde que eu entrei. Mas eu estava preparada para isso, é o que eu treino sempre. O jogo de hoje foi muito bom, esta foi a primeira vez que jogamos com a formação que esteve em quadra a maior parte do tempo. Hoje foi uma ótima estreia, mas ainda temos muito campeonato pela frente”.

José Roberto Guimarães, técnico da seleção feminina: “O time começou um pouco nervoso no jogo. Mas fomos nos ajustando, e a partir do momento que conseguimos organizar nosso sistema de bloqueio e defesa, começamos a melhorar. Depois nosso passe ficou mais consistente, e nosso saque mais agressivo, e com isso revertemos momentos difíceis do jogo. Mas esse equilíbrio era esperado. Foi um bom teste, a Turquia é um time muito forte, mas ainda temos o que evoluir”.

Para a segunda etapa da Liga das Nações o técnico José Roberto Guimarães selecionou as levantadoras Macris e Roberta; as opostas Rosamaria e Kisy; as centrais Carol, Diana, Lorena e Júlia Kudiess; as ponteira Gabi, Pri Daroit, Julia Bergmann e Ana Cristina; e as líberos Natinha e Nyeme.


A Liga das Nações reúne as 16 melhores seleções de voleibol do planeta. Em 2022, a competição será realizada em duas fases. A primeira tem três etapas. Em cada uma, os times são divididos em dois grupos e cada um joga quatro vezes. Os grupos e os confrontos de cada semana são definidos por sorteio. Os oito melhores desta fase avançam para a fase final, que acontece de 13 a 17 de julho, em Ancara (Turquia). A etapa de Brasília da Liga das Nações feminina foi realizada pela CBV em parceria com o governo do Distrito Federal.

Liga das Nações 20222


Primeira etapa:


Shreveport – Bossier City – Louisiana


31/05 – Brasil 3 x 1 Alemanha (29/27, 23/25, 27/25 e 25/21)

02/06 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/23, 25/21 e 25/22)

03/06 – Brasil 3 x 1 República Dominicana (25/9, 16/25, 25/18 e 25/17)

04/06 – Brasil 0 x 3 Estados Unidos (21/25, 20/25 e 18/25)

Segunda etapa:


Brasília (DF)


15/06 – Brasil 3 x 1 Turquia (19/25, 25/23, 25/23 e 25/23)

16/06 – Brasil x Holanda, às 21h, no sportv 2

18/06 – Brasil x Itália, às 15h, no sportv 2

19/06 – Brasil x Sérvia, às 10h, na Rede Globo e no sportv 2


Fonte: https://cbv.com.br/

Últimas Notícias
Principais Assuntos