MRV.gif

O mundo comemora retorno do futebol, estrelas do Bayern de Munique em ação


Jogadores do Bayern de Munique comemoram em campo uma vitória sobre o Schalke na Copa da Alemanha, 3 de março de 2020 (Foto: Divulgação Futball-Club Bayern München)

O planeta bola comemora neste domingo (17) o retorno de sucesso da Bundesliga, primeiro grande campeonato europeu a retomar sua competição após a suspensão provocada pelo coronavírus, à espera da entrada em ação do líder Bayern de Munique, que encara às 16h00 locais (13h, horário de Brasília) o FC Union Berlim.

Os riscos de infecção, o rigoroso protocolo sanitário e o mau humor das torcidas organizadas, que são contra jogos sem público, parecem ter ficado em segundo plano na Alemanha, embora o comentarista da emissora Sky e ex-jogador da seleção alemã Dieter Hamann resumiu de maneira expressiva a situação do futebol ao chamá-lo de "um baile no fio da navalha".

Sempre disposto a exacerbar o orgulho nacional, o jornal sensacionalista "Bild" comemorou a volta do futebol com a seguinte manchete: "É assim que o mundo celebra nossa Bundesliga!".

Várias estrelas da bola se pronunciaram nas redes sociais para comemorar a volta do futebol.

"Eles disseram que fariam e fizeram. Obrigado, Bundesliga!", escreveu o atacante Zlatan Ibrahimovic, estrela sueca do Milan.

Já o astro francês do PSG Kylian Mbappé garantiu ter acompanhado a rodada deste último sábado (16), enquanto o alemão do Manchester City Ilkay Gündogan analisou: "Primeiro balanço após 90 minutos: foi estranho sem torcida, como já imaginava, mas é bom poder ver futebol depois de tanto tempo".

Outros, como o colombiano do Galatasaray Radamel Falcao se questionaram se as medidas de segurança não eram exageradas: "Existe uma razão técnica para que não se permita o abraço após um gol? Durante todo o jogo estamos em contato constante. A cada escanteio os defensores estão em cima da gente! Na barreira estão todos juntos".

- "Wunderbar" -

A imprensa internacional também viveu com entusiamo a volta à "normalidade", num momento em que boa parte do mundo inicia uma fase de relaxamento do confinamento. "Wunderbar" ("Maravilhoso"), escreveu em alemão o jornal britânico "Mirror on Sunday".

O francês "L'Équipe" consagrou seis páginas à Bundesliga e deu voz a Bixente Lizarazu: "Os alemães se prepararam rapidamente, enquanto a gente ficava debatendo", declarou o ex-jogador da seleção francesa e do Bayern de Munique, em referência aos dirigentes do futebol francês, que optaram por suspender definitivamente o campeonato nacional ao invés de arriscar uma volta aos gramados.

Promover a volta do futebol, contudo, não foi tarefa fácil após mais de dois meses de confinamento.

Com certo humor, o diretor esportivo do Eintracht Frankfurt, Fredi Bobic, analisou os dois gols sofridos por sua equipe nos primeiros sete minutos de jogo contra o Borussia Mönchengladbach (3-1): "Nos primeiros minutos estávamos com o espírito do coronavírus e respeitamos o distanciamento social. O estúpido é que fizemos isso dentro da nossa área!".

Neste domingo, será a vez das estrelas do Bayern de Munique mostrarem que estão prontas para o desafio.

Em busca de um oitavo título alemão consecutivo, o gigante bávaro jogará às 16h00 locais (13h00, horário de Brasília) contra o FC Union Berlim com o objetivo de dar sequência a sua caminhada triunfal de 15 vitórias nos últimos 16 jogos (em todas as competições), interrompida em março devido a propagação do coronavírus.

- "Caráter" -

"Tudo volta à estaca zero e esperamos que no fim teremos mais pontos que nossos adversários", declarou o técnico do Bayern, Hansi Flick, prudente diante das novas condições, que em sua opinião farão que o campeonato seja "diferente".

O Bayern terá que encontrar rapidamente seu ritmo de competição, já que soma apenas um ponto a mais que o Borussia Dortmund, que no sábado goleou por 4 a 0 o Schalke num 'Derby do Ruhr' disputado pela primeira vez na história sem público. E, em menos de 10 dias, os dois gigantes do futebol alemão medirão forças no 'Klassiker' (26 de maio).

O Bayern aproveitou a parada forçada para recuperar fisicamente o artilheiro Robert Lewandowski de uma lesão na tíbia. O polonês, autor de 25 gols nesta temporada, tem como meta quebrar o próprio recorde de gols no Campeonato Alemão (30).

Mas o talento do ataque do Bayern não é garantia de título, afirmou o técnico Hansi Flick: "Nossas qualidades futebolísticas não bastam por si só. Temos que mostrar caráter. Se nos contentarmos a só jogar bem, não ganharemos as últimas nove partidas".

Fonte: https://esportes.yahoo.com/

Últimas Notícias
Principais Assuntos