MRV.gif

Quarto jogo entre Minas e Rexona teve arena lotada, pontuação incrível de Gabi e Hooker, além de res


Camponesa/Minas 1x3 Rexona-Sesc (Foto: Washington Alves/Inovafoto/CBV)

O cenário não era dos mais favoráveis ao Rexona-Sesc. Depois de perder duas vezes seguidas, em casa, para o Camponesa/Minas, o time carioca entrou em quadra, nesta terça-feira (11/04), pressionado. E não só por não poder mais perder se quiser ir à final. Também por mais de três mil torcedores. Mas o histórico mostrava que nos momentos de adversidade a equipe crescia. E cresceu. Fez 3 sets a 1 (25/12, 25/18, 27/29 e 25/23) e levou a decisão da série melhor de cinco da semifinal da Superliga para o Rio de Janeiro. Será na próxima sexta (14/04), às 20h, na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca.

A ponteira Gabi foi a maior pontuadora do confronto, com 25 pontos, seguida pela a oposto Hooker, com 22. Surpreendentemente, o técnico Bernardinho iniciou o jogo com a jovem ponteira Drussyla no time titular. E, com 20 pontos, foi justamente ela que acabou eleita a melhor em quadra e ganhou o Troféu Viva Vôlei, provando mais uma vez que a força do Rexona-Sesc vem do grupo.

“Não serão duas derrotas que definirão nosso potencial como time. Sabíamos disso e mostramos em quadra que podemos vencer como um grupo”.

Fonte: http://www.melhordovolei.com.br/

Últimas Notícias
Principais Assuntos