MRV.gif

Dana White recusa rescindir com José Aldo que diz que quer se aposentar


José Aldo ex-campeão mundial da categoria peso pena do UFC

As fortes declarações de José Aldo reclamando do UFC por tê-lo preterido em tentar enfrentar Conor McGregor no UFC 205 e escolher Eddie Alvarez como adversário chegaram aos ouvidos de Dana White, que respondeu ao brasileiro durante a coletiva de imprensa do evento, em Nova York.

Dana White negou o pedido feito pelo peso-pena de encerrar seu contrato com o Ultimate e declarou que está procurando ‘alguma coisa boa’ para o manauara dentro da organização.

“Nós não vamos cancelar o contrato dele. A gente sabe que ele ficou muito emotivo e respeitamos muito o Aldo, a gente gosta muito das pessoas que estão em volta dele. O Khabib Nurmagomedov queria uma luta nesse card e a gente conseguiu uma luta para ele (enfrentará Michael Johnson). Vamos arrumar algo legal para o Aldo também”, declarou o chefão do UFC.

José Aldo prontamente respondeu ao presidente da organização e demonstrou não aceitar uma possível ‘coisa legal’ do Ultimate, sugerindo até que possa se aposentar do MMA.

“Vi o que o Dana falou. Desde que perdi, eles prometeram muita coisa para mim. E vinha na minha cabeça que não queria mais lutar MMA. Chegou uma hora em que cheguei no meu limite. Sentei com o Dedé (Pederneiras, treinador do ex-campeão) e ele me convenceu a continuar e vencei o Frankie Edgar, Lutei para ganhar, foi a luta do Dedé”, disse o brasileiro em entrevista ao Combate. “Não é que estou de cabeça quente ou revoltado, nada disso. Estou muito tranquilo, conversei desde muito antes que queria encerrar a carreira antes do 30 anos e tomar novos rumos. Nunca lutei por dinheiro, só queria deixar um legado na categoria e fazer uma trajetória boa. Queria me aposentar como único campeão peso-pena, mas sei que isso não vai acontecer. Sou campeão interino, estou lá em cima mas estou ficando de saco cheio”, completou.

Além de demonstra o desejo de deixar o esporte, Aldo declarou que ainda deseja que o Ultimate o libere de seu contrato e que não aceitaria grandes quantias financeiras que a organização lhe possa oferecer para mudar de ideia.

“Se eles me oferecerem alguma coisa… mas para mim não é questão de dinheiro, eu não aguento mais. Chegou no meu limite. Se o Dana gosta de mim e da minha família, como ele falou, só quero que ele me libere. Não quero briga com ninguém. Quero sair do jeito que entrei. O UFC não me deu nada e nem o WEC, nem ninguém. Tudo o que conquistei foi mérito meu, da minha equipe e da minha família, em nenhum momento eles me deram alguma coisa. Conquistei tudo com méritos meus e dei a eles muito mais do que eles me deram em troca. Só peço para me liberarem do contrato. Se me oferecerem milhões, podem ficar com eles. Não quero. Desculpem a expressão, mas não sou p*** para me vender. Sou homem, meu pai me fez assim”, ressaltou.

Dana White é o atual presidente do UFC Ultimate Fighting Championship

Fonte: http://torcedores.com/

Tags:

Últimas Notícias
Principais Assuntos