MRV.gif

Judô é o esporte da medalha olímpica


Rafaela Silva garante seu ouro inédito nos Jogos Olímpicos do Rio e a 20ª do esporte no torneio

Se tem judô tem ouro. Assim vem sendo essa modalidade brasileira, durante às Olimpíadas. Nomes como Aurélio Miguel, Tiago Camilo e Flávio Canto foram agraciados com medalhas, seja de ouro, prata ou bronze. A Rafaela Silva na segunda-feira (8) ganhou a o ouro e a 20ª medalha do esporte no torneio.

Com a conquista da Rafaela, igualou os feitos de 1988 e 1992,quando de forma consecutiva ganhou ouro nos Jogos Olímpicos. Isso por que, em Londres-2012, Sarah Menezes subiu no pódio mais alto da competição, ao ser campeã olímpica.

O esporte chegou nas Olimpíadas do Rio 2016 como franco favorito em ser a modalidade individual que mais vai dar medalhas ao país. Até sexta-feira (12) serão mais oito judocas brasileiros que vão competir.

Vale ouro

A judoca Rafaela Lopes Silva, 24, vinda da Cidade de Deus, periferia do Rio de Janeiro para às cabeças. A brasileira teve seu contato com esporte a\os sete anos e não foi com o individual. Foi com o coletivo. Precisamente o futebol. Após isso, os pais decidiram inscrever ela e sua irmã Raquel Lopes Silva, no Instituto Reação (criado por Flávio Canto) e logo se destacou.

A primeira aparição de Rafaela de destaque foi o título do campeonato mundial sub-20, em 2008. No profissional foram duas medalhas em Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (2011) e Toronto (2015), com prata e bronze, respectivamente e, três medalhas mundiais, sendo duas pratas e um ouro.

Crise e recuperação

A Rafaela já era um potência brasileira no esporte. Chegava às Olimpíadas de Londres-2012 como uma das favoritas a ganhar medalha. Mas por descuido acabou aplicando um golpe ilegal na húngara Hedvig Karakas (a mesma que ela eliminou em 2016) nas quartas de final.

Aquilo foi um golpe mais que a Hedvig podia ter dado. Sabendo disso, a brasileira esperava compreensão pela derrota inesperada, mas sofreu com os asnos virtuais. Com ataques xenofóbicos e racistas.

Por conta disso, sondou à possibilidade de largar a carreira, mas em um divã, revelado por ela mesmo, decidiu continuar. Justiça esportiva ou divina, fez com que seu tweet em 2012, se confirmasse. Sonhava com boa participação nos jogos do Rio de Janeiro e foi melhor. Título contra a número 1 do ranking da categoria até 57kg.

Tweet em 2012, após a derrota nos Jogos Olímpicos de Londres 2012

Rafaela Silva Campeã Mundial de Judô no Rio de Janeiro em 2013

Fonte: http://torcedores.com/

Tags:

Últimas Notícias
Principais Assuntos